Guia para Salvar Rios lançado nas escolas de Amarante


Mais de 150 alunas e alunos do terceiro ciclo do ensino básico das escolas EB 2,3 de Amarante e EBI do Marão receberam o projeto Rios Livres, dinamizado pela associação ambientalista  GEOTA – Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente, para a apresentação do “Guia para Salvar Rios“.

Este pequeno panfleto tem o tamanho de um pequeno cartão desdobrável e é uma forma rápida e simples de poder atuar na defesa de um curso de água. Disponibiliza números de telefone das autoridades em casos de poluição, fogo ou outras agressões ao meio ambiente. Também sugere atividades aventura e de lazer para usufruir dos rios e explica alguns conceitos básicos relacionados com a morfologia, fauna e flora ribeirinhas.

Integradas na “Semana das Ciências e Tecnologias”, que decorreu entre 19 e 21 de abril, no Agrupamento de Escolas de Amarante, as sessões de educação ambiental foram um importante momento de consciencialização e debate sobre a importância de preservar os rios e o que fazer quando estes estiverem sob ameaça. O fato de a região ser rica em recurso hídricos, permitiu falar da relação que as/os alunas/alunos têm com os rios Tâmega,  Ôlo, Ovelha ou Marão.

Nas sessões também houve cinema. As/os alunas/os viram o filme “One For The River: The Vjosa Story“. O documentário conta a história de quatro amigos que decidiram percorrer o maior rio selvagem da Europa, o rio Vjosa (nasce na Grécia e desagua na Albânia), ameaçado pela construção de barragens. Pegaram nos caiaques e desceram 270 km, até ao mar. Quando toda a gente viu o que ia perder, as obras pararam.