Nós na imprensa até 2017


Grupo ambientalista protagoniza campanha contra a construção das barragens do Alto Tâmega

A Voz de Trás os Montes – 21 de setembro de 2017

O rio Tâmega encontra-se, atualmente, segundo a associação ambientalista, GEOTA (Grupo de Estudos e Ordenamento do Território e Ambiente) em “risco” pela forma como está “poluído e moribundo”, apresentando “uma grave situação de eutrofização (rio verde, cheio de algas)” em Amarante, Mondim de Basto e Chaves.


Rio Tâmega está poluído e tem futuro ameaçado

Beachcam – 14 setembro 2017

Esta semana o GEOTA denunciou a situação nas redes sociais e formalmente junto do SEPNAe da GNR de Amarante


GEOTA diz que Tâmega está “poluído e moribundo tem o futuro ameaçado”

Agricultura e Mar- 14 setembro 2017

A equipa do projecto Rios Livres, do GEOTA – Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente, está desde sexta-feira em Amarante a promover a campanha Vota Tâmega, que pretende desafiar as candidaturas autárquicas da região a comprometerem-se com a defesa de um rio livre e limpo. Segundo aqueles ambientalistas, estão a “acompanhar a grave situação de eutrofização verificada no rio em Amarante, Mondim de Basto e Chaves”.


GEOTA diz que Tâmega está “poluído e moribundo tem o futuro ameaçado”

Agroportal – 14 setembro 2017

A equipa do projecto Rios Livres, do GEOTA – Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente, está desde sexta-feira em Amarante a promover a campanha Vota Tâmega, que pretende desafiar as candidaturas autárquicas da região a comprometerem-se com a defesa de um rio livre e limpo. Segundo aqueles ambientalistas, estão a “acompanhar a grave situação de eutrofização verificada no rio em Amarante, Mondim de Basto e Chaves”.


 Barragens do Tâmega são o “maior atentado” à natureza em 2017, diz Quercus

Jornal de Notícias – 27 de julho de 2017

A associação ambientalista Quercus classificou esta quinta-feira as barragens em construção no Alto Tâmega, no distrito de Vila Real, como o “maior atentado” à conservação da natureza, em Portugal, em 2017.


MIMO Recorde com 60 mil garante 2018

Jornal de Notícias – 25 de julho de 2017

Festival de Amarante fechou em alta com Ala.Ni e Manuel Cruz


GEOTA – Associação ambientalista quer parar a construção das barragens do Tâmega

Notícias de Aguiar – 25 de julho de 2017


Rodrigo Amarante levanta a voz contra barragens no Tâmega

Diário de Notícias – 24 de julho de 2017

Cantor brasileiro aproveitou concerto em Amarante, no Festival MIMO, para se insurgir contra a construção de barragens no rio Tâmega


O Mimo perdeu o legado do samba para ter o legado do mundo

Público – 24 de julho de 2017

Foram 60 mil a procurar a música de todo o mundo em Amarante.


Rodrigo Amarante contesta barragem no palco do Festival MIMO

Jornal de Notícias – 23 de julho de 2017

O músico brasileiro Rodrigo Amarante deu, esta noite no Festival MIMO, um “chega p’ra lá” na pretensão da EDP em construir uma barragem em Fridão, Amarante.


Entrevista ao projeto Rios Livres do GEOTA | ÁUDIO

Rádio Clube Aguiarense – 19 de julho de 2017

Pedro Santos, do projeto Rios Livres, da associação ambientalista GEOTA, conversa com Luís Miguel Roçadas sobre a Caravana pelo Tâmega e a campanha “Vota Tâmega”.


Portugal em Direto: Barragens no Tâmega | ÁUDIO

Antena 1 – 18 de julho de 2017 

Barragens do Alto Tâmega são consideradas um balão de oxigénio para as economias dos concelhos abrangidos. Em sentido contrário, a associação ambientalista Geota lança “Vota Tâmega” contra a construção das barragens.


Campanha “Vota Tâmega” sensibiliza candidatos autárquicos contra barragens

LUSA/Diário de Notícias – 17 Julho 2017

A associação ambientalista GEOTA anunciou hoje a campanha “Vota Tâmega” que quer travar a construção de quatro barragens no vale do Tâmega e sensibilizar os candidatos às autárquicas 2017 para o impacto negativo dos empreendimentos.


Campanha “Vota Tâmega” quer parar a construção de novas barragens

Ambiente Magazine – 17 Julho 2017

Com o objetivo de que se pare a construção das barragens do Vale do Tâmega, surge agora uma campanha promovida pela associação ambientalista GEOTA, no âmbito do projeto Rios Livres, que dá pelo nome ‘Vota Tâmega’.


Vota Tâmega quer parar a construção de novas barragens

Agricultura e Mar  e Agroportal – 17 Julho 2017

A Vota Tâmega é uma campanha promovida pela associação ambientalista GEOTA – Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente, no âmbito do projecto Rios Livres. A acção pretende sensibilizar os candidatos a presidente de câmara nas eleições autárquicas de Outubro de 2017 para o “impacto negativo” das novas barragens no Vale do Tâmega: Fridão, Daivões, Gouvães e Alto Tâmega.


Campanha “Vota Tâmega” sensibiliza candidatos autárquicos contra barragens

LUSA/O JOGO – 17 Julho 2017

A associação ambientalista GEOTA anunciou hoje a campanha “Vota Tâmega” que quer travar a construção de quatro barragens no vale do Tâmega e sensibilizar os candidatos às autárquicas 2017 para o impacto negativo dos empreendimentos.


Campanha «Vota Tâmega» quer impedir contrução de novas barragens

A Bola.pt – 17 Julho 2017

A associação ambientalista Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente (GEOTA) está a promover uma campanha, no âmbito do projeto Rios Livres, que tem o objetivo de sensabilizar os candidatos autárquicos para o impacto negativo das novas barragens do Vale do Tâmega.