SUSPEITAS sobre Sócrates, EDP e Fridão, a barragem inútil – SEXTA ÀS 9, RTP


Reportagem questiona valor estranhamente elevado de Fridão, pago pela EDP ao Governo de José Sócrates, que lhe permitiu mascarar o défice desse ano.

Os 218 milhões são ainda mais bizarros quando comparados com outras barragens, como a do Tua, que só custou 53 milhões, tendo uma potência instalada superior à prevista em Fridão.

Coloca também em causa que a EDP mantenha interesse em construí-la, por não ser rentável.

Mas hoje a elétrica está em silêncio, na esperança de receber uma avultada indemnização, caso a iniciativa do cancelamento parta do Estado.

No entanto, foi a EDP que demonstrou em vários momentos não querer avançar com o projeto.

(Notícia no site da RTP neste link)



Geota dá conselhos ao ministro do Ambiente sobre como dizer “não” à barragem de Fridão, “sem custos” - EXPRESSO, 31-03-2019

O GEOTA já enviou ao Ministro do Ambiente uma carta com razões para cancelar Fridão sem indemnizar a EDP, em nome da boa gestão dos dinheiros públicos. Conhece os nossos argumentos neste artigo:




Quando se aproxima a data da decisão final (18 de abril), é mais importante do que nunca contar contigo, partilhando e participando na campanha para impedir esta barragem inútil.

Visita eunaoassino.com, clica em “Não Assinar” e desafia o Primeiro Ministro a subscrever a “petição” (declaração de responsabilidação).

 

#frinão, Barragem de Fridão, Não!



E subscreve aqui a nossa newsletter para receberes mais atualizações sobre a luta por Rios Livres!

Comentar